Compartilhar Facebook   
Favoritar
PROJETO

Aceleração da Aprendizagem


A principal intenção do Projeto Aceleração da Aprendizagem, 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, é trabalhar com alunos com defasagem idade-ano escolar. Assim, tem como proposta reintegrar crianças e jovens que estão fora da idade escolar adequada, ao ciclo regular do Ensino Fundamental. O Projeto trabalha com base na premissa de que cada pessoa tem tempo e ritmo de aprendizado diferenciados, assim como diferentes condições sociais, culturais e econômicas.


Para isso, o Aceleração trabalha com a correção de fluxo escolar propondo ações de formação para classes específicas de alunos que apresentam defasagem de no mínimo dois anos em relação à idade esperada para o ano escolar. O projeto prevê ainda ações de recuperação de aprendizagem no contraturno (período fora do turno e da grade curricular escolar utilizado para a realização de atividades extras), formação de gestores e professores, acompanhamento das escolas, reuniões de gestão compartilhada com as Secretarias de Ensino envolvidas e uso de material específico.


Considerando a educação como uma ação mais ampla, o Projeto propõe articular espaços internos da escola, como a sala de aula, a sala de leitura e a sala de informática, com espaços culturais da comunidade, bem como dar atenção especial ao tempo que o aluno passa na escola, tendo em vista seu máximo aproveitamento com qualidade de ensino-aprendizagem.

Objetivos
• Promover ações que contribuam para corrigir a defasagem idade-ano escolar de alunos multirrepetentes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.
• Desenvolver formação continuada para professores do Ensino Fundamental e gestores educacionais com base em material didático-pedagógico (para professores e alunos), especificamente elaborado para a organização curricular e pedagógica das classes de aceleração.
• Possibilitar que professores e outros profissionais da educação envolvidos no Projeto incorporem mudanças em sua prática pedagógica, de modo a proporcionar ganhos efetivos de aprendizagem aos alunos com defasagem idade-ano escolar.
• Possibilitar experiências de aprendizagem bem-sucedidas a esses alunos, fortalecendo sua autoestima para que possam dar continuidade a sua vida escolar com mais segurança.
• Oferecer subsídios para cessar o ciclo da reprovação, multirrepetência e exclusão escolar instalado nas redes públicas de ensino.

Formação
A formação proposta no Programa fundamenta-se nos seguintes princípios: articulação entre teoria e prática; valorização do saber do educador, partindo de sua experiência e incorporando seus avanços; fortalecimento da autonomia do professor e do gestor; interação e criação de vínculos do grupo de educadores entre si e com o docente formador; vivências práticas das situações de aprendizagem propostas no material, superando o hiato entre forma e conteúdo.

O Programa propõe também a formação continuada do professor, tendo como base o currículo da Educação Básica. Trata-se de uma formação que fomenta o estudo, a reflexão sobre a prática, o acesso a novas estratégias e tecnologias, a troca de saberes e experiências entre os pares, bem como a conscientização sobre o direito à educação e à aprendizagem.

A formação dos gestores é outro ponto forte do Projeto: entende-se que a gestão da escola não se restringe a seus próprios muros, vai além, em decorrência das relações de interdependência que cada escola estabelece com as demais escolas da rede e de outros espaços educativos e culturais atuantes no território em que se situa, devendo favorecer, sempre, o aprendizado e o desenvolvimento integral de todos os alunos.

Público-alvo
Professores dos anos iniciais e professores especialistas dos anos finais do Ensino Fundamental e regentes das classes de aceleração, professores alfabetizadores das classes de reforço/recuperação e equipe técnica das escolas e da Secretaria de Educação, como coordenadores/orientadores pedagógicos, diretores e técnicos.

Acompanhamento
É realizado, ao longo do processo de implementação do Projeto, o acompanhamento do trabalho pedagógico dos gestores e professores, bem como da aprendizagem dos alunos por meio de:
• visitas técnicas às escolas e/ou instituições participantes;
• encontros de gestão compartilhada entre as secretarias envolvidas, a Fundação Volkswagen e o Cenpec para avaliar o processo de implementação do Projeto.

VOLTAR
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS