Compartilhar Facebook   
Favoritar
EM REVISTANOTÍCIAS — LITERATURA NO ESCURINHO DO CINEMA...

Literatura no escurinho do cinema

Você sabia que o filme clássico Bonequinha de luxo (EUA, 1961), protagonizado por Audrey Hepburn e George Peppard, é baseado em um livro do escritor estadunidense Truman Capote, publicado em 1958? E que o roteiro de A bela da tarde (França, 1967), dirigido pelo cineasta espanhol Luis Buñuel e estrelado por Catherine Deneuve, parte da obra do argentino Joseph Kessel?


São inúmeros os casos de amor entre literatura e cinema. Algumas obras literárias parecem mesmo ter nascido para as telonas, como o romance Anna Karenina, do russo Liev Tolstói (1828-1910), que já foi adaptado para o cinema sete vezes, a primeira em 1915 e a última em 2013. Já Fausto, do escritor romântico alemão Johann Wolfgang von Goethe, foi adaptado a primeira vez por F. W. Murnau, em 1926; depois, em 1950, pelo francês René Clair, que deu o título A beleza do diabo; além das adaptações hollywoodianas O segundo rosto (1966) e Doutor Faustus (1967); a versão húngara Mefisto (1981) e até a adaptação brasileira de 1986 intitulada Filme demência, de Carlos Reichenbach.


Da literatura portuguesa e brasileira, temos muitos outros exemplos, como a rapsódia modernista de Mário de Andrade, Macunaíma, que se tornou filme em 1969, sob direção de Joaquim Pedro de Andrade; A hora da estrela, de Clarice Lispector, adaptada por Suzana Amaral em 1985; e Ensaio sobre a cegueira, do português José Saramago, transposto para o cinema em 2008 pelas mãos de Fernando Meirelles.


E você, que filmes baseados em obras literárias marcaram suas pupilas? Poste no mural, que está na parte inferior da home da Plataforma!


Veja a seguir trailers de algumas adaptações nacionais:

Orfeu negro (1959, Marcel Camus; versão da peça Orfeu da Conceição, de Vinicius de Moraes):


Amor & Cia. (1999, Carlos Alberto Ratton; adaptação do livro Alves & Cia., de Eça de Queirós):


Quanto vale ou é por quilo? (2005, Sergio Bianchi; livre adaptação do conto “Pai contra mãe”, de Machado de Assis):



Dica Letrada: Um encontro entre cinema e educação: conheça as oficinas virtuais Tela Brasil 
Coluna: No escurinho do cinema (Jorge Miguel Marinho) 
Coluna: Território do Brincar: uma poética pelos olhos da infância (Camila T. da Silva e Elni E. Willms) 

ULTIMAS PUBLICAÇÕES
Magda Soares vence Jabuti
No dia 31/10, a Câmara Brasileira do Livro anunciou os vencedores do 59° Prêmio Jabuti. Entre os premiados,...
Inscrições para curso on-line
No dia 4/10, a Plataforma Alfaletrar abre inscrições para o curso Consciência fonológica: entre o som e...
MAIS LIDAS
Que personagem do Mapa da Literatura você...
Você já se perguntou que personagem da literatura brasileira você seria? Há várias figuras...
Novo ciclo do Pnaic
A terceira etapa do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa visa promover a educação integral das crianças.
VEJA MAIS
VOLTAR
COMENTÁRIO(S)
Faça login para comentar neste artigo, clique aqui!
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS