Compartilhar Facebook   
Favoritar
ACERVOEXPERIMENTE — VIAJAR PELO MUNDO DO FAROESTE COM A TURMA...

Viajar pelo mundo do faroeste com a turma

Os cartazes de “Procura-se”, imortalizados nos filmes de faroeste, foram realmente utilizados no século XIX, principalmente entre os anos de 1860 a 1890, com o intuito de localizar "vivos ou mortos" os mais temíveis "criminosos" (o termo está destacado entre aspas por desconfiarmos de como esses rótulos eram produzidos) da época. 


Nesta proposta, nos baseamos em uma experiência que relaciona texto e imagem na criação de cartazes que subvertem o objetivo do gênero “Procura-se”. Em vez de “foras da lei vivos ou mortos”, os retratados são procurados por alguma característica positiva. A ideia é incentivar as crianças a identificar suas melhores qualidades e expor seus sonhos e desejos a fim de construir uma perspectiva de futuro.


É muito interessante estabelecer uma parceria com outros educadores para desenvolver a sequência de atividades proposta, especialmente se houver pessoas com habilidades de desenho.


Objetivos:
• Conhecer o universo cultural do faroeste e suas diversas manifestações artísticas.
• Conhecer o gênero de cartaz “Procura-se” e suas características formais, tanto em termos de imagem como de linguagem escrita.
• Conversar sobre qualidades pessoais, sonhos, desejos e expectativas de futuro.
• Elaborar textos e imagens que comporão cartazes no estilo faroeste.
• Revisar os textos com os alunos.


Público-alvo: alunos do Ensino Fundamental e Médio. 


Material:
• lápis e canetinhas de várias cores;
• cartolina ou papel pardo;
• computadores conectados à internet;
• aparelho para escanear as imagens (se houver).


1 2 3 
MAIS EXPERIMENTE
Ler infográficos na sala de aula
A leitura não é uma habilidade neutra e uniforme que, uma vez aprendida,...
Conta outra: mitos e lendas no...
Início da conversaVivemos uma mudança de paradigma na...
Trabalhar com temas da comunidade
Na escola, muitas vezes as atividades de ler e escrever apresentam objetivos circulares:...
Ler e contar clássicos para...
Já faz tempo que os contos clássicos – também denominados...
Produzir um telejornal com a cara...
Quando um educador problematiza o ambiente educativo em que está inserido −...
VOLTAR
COMENTÁRIO(S)
Faça login para comentar neste artigo, clique aqui!
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS