Compartilhar Facebook   
Favoritar
ACERVOEXPERIMENTE — LER, INTERPRETAR E RESOLVER PROBLEMAS...

Ler, interpretar e resolver problemas

Dentre as várias atividades propostas nas aulas de Matemática, uma, em especial, é anunciada por professores como indicação de bons resultados ou como preocupação por insucessos nas aprendizagens dos estudantes. Estamos nos referindo ao ensino-aprendizagem envolvendo a leitura, interpretação e resolução de problemas.


Em relação à resolução de problemas, há referenciais teóricos (alguns serão indicados na bibliografia consultada) significativos, que têm auxiliado professores a elaborar planos de aula, oferecendo indicações de “como” desenvolver ações em sala de aula que contribuam para a ampliação e/ou sistematização de estratégias próprias dos estudantes, como: desenho, decomposições numéricas, escrita de resolução de problemas.


Incentivá-los a buscar modos de resolver problemas e garantir momentos de socialização dessas estratégias constituem aspectos importantes de ampliação de repertórios na “arte” de resolver problemas. Entretanto, mesmo com essas pesquisas, estudos e materiais publicados, são frequentes as queixas dos professores a respeito das dificuldades enfrentadas pelos estudantes em relação à leitura e interpretação de problemas e de outros textos matemáticos. Com base em um trabalho realizado com crianças a esse respeito,  Kátia Stocco Smole e Maria Ignez Diniz (2001) dizem que:



Neste Experimente, vamos dirigir as atenções ao desenvolvimento de estratégias de leitura para o acesso a gêneros textuais próprios da atividade matemática escolar. Neste momento, escolhemos o texto de enunciado de problema.


É preciso estabelecer alguns combinados, como:
• criar uma rotina que combine momentos de leitura individual (oral, silenciosa ou compartilhada), em grupo ou coletiva, expondo os alunos a situações diversificadas de leitura e às diferentes formas de produção textual (verbal e não verbal);
• motivar os alunos para a leitura, de modo que ela seja significativa aos estudantes;
• ter clareza de que a principal finalidade deste trabalho é a leitura e compreensão de enunciado de problemas, sendo sua resolução uma consequência da compreensão.

Público-alvo: alunos do Ensino Fundamental (anos iniciais).


Objetivos:
Espera-se que, com as propostas, os estudantes:
• participem de situações de leitura/escuta, produção oral e escrita de texto relacionadas a conteúdos matemáticos;
• interpretem frases e expressões próprias da linguagem matemática em textos de enunciados de problemas;
• estabeleçam relação entre as estratégias (pessoais ou convencionais) de resolução da situação-problema proposta;
• explorem o texto do problema para levantar e identificar informações – palavras, expressões, números – que ajudem a construir estratégias de solução.

1 2 3 4 
MAIS EXPERIMENTE
Produzir uma playlist comentada com...
Início de conversa “Dedico esta música para Guilhermina Viana, do...
Criar fanzines e compartilhar...
Início de conversa: “Faça você mesmo, faça para entender,...
Realizar uma oficina de navegação...
Início de conversa:Como faço para chegar a determinado lugar? Como saber em...
Palavra-brinquedo: fazer poesia e...
“Palavra poética tem que chegar ao grau de brinquedo para ser...
Ler e contar clássicos para...
Já faz tempo que os contos clássicos – também denominados...
VOLTAR
COMENTÁRIO(S)
Faça login para comentar neste artigo, clique aqui!
LUCIANA PAULALUCIANA PAULA disse em 23/08/2016 23h16
gostaria de saber À Ler, interpretar e resolver problemas.
LUZIALUZIA disse em 22/09/2015 10h06
A meu ver, foram bem planejadas as estratégias, tornando assim conteúdos tão pesados em atividades tão gostosas e significativas. São essas estratégias que estão faltando, não só para a compreensão do aluno, mas para dar suporte e sustentação às aulas e aos profissionais responsáveis pelo êxito quando se trata da resolução de problemas. Penso que estava mesmo faltando uma sistematização junto à leitura para respaldar o entendimento e a interpretação da linguagem matemática destinada à resolução de problemas. Parabéns pela colaboração,
MARLENE FRANCISCA DA SILVAMARLENE FRANCISCA DA SILVA disse em 06/09/2015 23h04
Rosana, concordo plenamente com seu relato.O Trabalho na escola envolvendo Matemática já tem alguns lucros , porém, acredito que para se potencializar aprendizagem significativas sejam necessário os professores aperfeiçoar suas praticas no cotidiano, observo que muitas ainda tem dificuldades em desenvolver estrategias onde o trabalho seja de situações problemas e formas geométricas.
MARLENE FRANCISCA DA SILVAMARLENE FRANCISCA DA SILVA disse em 06/09/2015 22h32
Gostaria de saber se há na plataforma alguns curso previstos?Tenho certeza que vou potencializar grandes saberes e trocar informações .
ROZANAROZANA disse em 29/08/2015 20h28
Muito temos discutido nas nossas escolas sobre o ensino e a aprendizagem da matemática de modo que ela seja agradável e compreensível por todos. Na minha realidade, nos questionamos muitas vezes por que a maioria das nossas crianças conseguem vender alguns produtos para ajudar na sobrevivência da família como picolé, beiju, pamonha, doces e outros e não se confundem em dar o preço, receber diversos valores e passar o troco corretamente. Mas na escola a matemática é um "bicho de sete cabeças". Acreditamos que, o que tá faltando é trazer estas crianças para o mundo da leitura, ajudá-las a ler e compreender o que leu, a localizar informações explícitas ou não, a deduzir o que tá por traz de uma informação, e por fim utilizar a manipulação de objetos trazendo a realidade da criança para a sala de aula, pois trabalhar o concreto aliado às situações reais do dia a dia do aluno só irá contribuir para aulas bem mais produtivas e o avanço para a qualidade da educação.
ALESSANDRAALESSANDRA disse em 24/08/2015 15h50
É importante reconhecer que a matemática não se limita a exclusivisade memorização ela também esta a serviço da aprendizagem significativa do aprendiz, mas para isto nós professores precisamos rever nossos conceitos e estudar muito sobre os encaminhamentos didáticos para isto. Por isso tenho muito interesse em participar desta formação se for disponibilizada.
VILMAVILMA disse em 23/08/2015 18h34
TAMBÉM QUERO SABER SE HAVERÁ INSCRIÇÕES PARA ALGUM PROJETO DE FORMAÇÃO RELACIONADO À Ler, interpretar e resolver problemas.
ANA LIVIAANA LIVIA disse em 22/08/2015 17h53
A realização das atividades de matemática, com esta estratégia, voltada para a produção textual, é inovadora.É como descobrir uma nova maneira de ensinar a matemática.
ELZIELZI disse em 20/08/2015 21h21
Gostaria de saber se haverá inscrição para o curso de Ler, interpretar e resolver problemas
SUSAM WAIARD DE ALMEIDA ALVESSUSAM WAIARD DE ALMEIDA ALVES disse em 20/08/2015 17h25
Gostaria de saber quando estará disponível, inscrições de novos curso à distância.
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS