Compartilhar Facebook   
Favoritar
ACERVOEXPERIMENTE — JOGAR: UMA ESTRATÉGIA DE LETRAMENTO CARTOGRÁFICO...

Jogar: uma estratégia de letramento cartográfico

Sugestão de encaminhamento:
Atividades de aquecimento
Professor, você pode iniciar a aula lendo para os alunos “Os sábios e o elefante”, conto do folclore hindu. Essa narrativa pode ser encontrada no livro Lá vem história, de Heloísa Pietro (São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1997). Ou assista com eles a esta animação:

Converse com os alunos sobre o conto, destacando a questão dos diferentes pontos de vista apresentados pelos sábios.
Em seguida proponha esta atividade.
• Escolha um objeto (por exemplo, um urso de pelúcia) e mostre-o em várias posições aos alunos.
• Coloque o objeto em cima de uma mesa e disponha os alunos em volta dele.
• Peça que eles desenhem esse objeto – mas só podem desenhar o que estão vendo! Uma maneira interessante de focar o olhar do aluno: entregue um rolinho do papel higiênico, ou de papel toalha, para ser usado como um monóculo. Assim, ele focará uma parte do objeto e desenhará somente essa parte, como os sábios no conto hindu.
• Exponha os desenhos e converse sobre a questão do ponto de vista: peça que exponham as sensações, se foi fácil desenhar somente uma parte, se gostaram da experiência.
Agora é a sua vez, professor, de desenhar para a segunda proposta.
• Escolha alguns objetos da sala (por exemplo, o cesto de lixo, a mesa dos alunos, um tubo de cola). Desenhe esses objetos na visão vertical sem que os alunos vejam. O ideal é fazer isso sem a presença deles.
• Organize a sala em círculo, coloque os desenhos no chão para que sejam observados de cima e proponha que os alunos descubram quais objetos foram desenhados.
• Assim que eles descobrirem, pergunte se sabem como os desenhos foram realizados. Puxe novamente a conversa sobre ponto de vista, resgatando o conto e os desenhos de observação que eles fizeram.


Jogo de observação
A criança muitas vezes aprende brincando. A ludicidade deve fazer parte da rotina escolar nos primeiros anos do Ensino Fundamental e, se possível, estar presente até o fim da vida! A próxima proposta é um jogo, a que demos o nome de “Que objeto é esse? Descubra se for capaz!”.
Objetivo: descobrir qual objeto foi desenhado.
Cada grupo receberá:
•  caixa de sapato com um objeto dentro;
•  folha de sulfite;
•  lápis ou caneta preta;
•  folha de monobloco.
Preparação:
Professor, será preciso providenciar os materiais com antecedência. É importante que os objetos selecionados sejam bem conhecidos de todos os alunos para que eles tenham uma referência. Imagens feitas de cima são muito diferentes e difíceis de ser identificadas.
Organize a classe em pequenos grupos. A atividade deverá ser realizada em um espaço amplo, onde cada grupo fique afastado do outro − uma quadra seria a opção mais adequada para a dinâmica. É importante os alunos compreenderem que o ambiente de aprendizagem não se restringe à sala de aula.
Regras do jogo:
•  Cada grupo receberá uma caixa fechada com um objeto dentro.
•  Também receberá uma folha sulfite.
•  Os alunos deverão ficar em pé e a caixa no chão.
•  O grupo desenhará o objeto do ponto de vista de cima (visão vertical).
Como jogar:
Os grupos não poderão estar próximos um dos outros. É necessário desenhar o objeto visto de cima de forma que os outros não vejam. Assim que todos acabarem, façam um grande círculo.
Cada grupo apresentará o seu desenho, um de cada vez, para que os outros vejam e anotem no monobloco o nome do objeto.
Quando todos apresentarem seus desenhos e registrarem as opiniões, será o momento de mostrar os objetos e verificar os acertos.
Vence o grupo que identificar o maior número de objetos.
Compartilhamento das descobertas:
Quando terminarem, é o momento de conversar sobre a atividade. Leve os alunos a refletir sobre como os objetos ficam diferentes de acordo com a nossa posição e o modo como os enxergamos. Peça que desenhem o mesmo objeto, agora visto de frente, para que notem como a percepção se modifica.
Exponha os desenhos em um mural da classe.

1 2 3 
MAIS EXPERIMENTE
Investigar as estratégias dos...
O anúncio publicitário é um gênero textual que tem por objetivo...
Refrescar a cuca na Matemática
Início de conversaTrabalhar com jogos na sala de aula tem se revelado um importante...
Ler e contar clássicos para...
Já faz tempo que os contos clássicos – também denominados...
Criar fanzines e compartilhar...
Início de conversa: “Faça você mesmo, faça para entender,...
Criar programas de rádio com a...
A escola divide seu espaço com outras formas de aprendizagem e disputa a...
VOLTAR
COMENTÁRIO(S)
Faça login para comentar neste artigo, clique aqui!
RENATARENATA disse em 26/03/2019 12h15
Olá Josiane, Bom saber que está gostando da proposta. Se você aplicar com seus alunos, e puder contar depois será muito bom. Bj Renata
JOSIANEJOSIANE disse em 26/03/2019 00h39
Boa noite, estou amando.
RENATARENATA disse em 12/12/2016 13h18
Olá Márcia Cristina, Muito bom receber notícia que professoras realizam trabalho de letramento cartográfico com crianças pequenas. Parabéns! Renata
MARCIA  CRISTINAMARCIA CRISTINA disse em 11/12/2016 11h41
Fiz um trabalho cartográfico com crianças de 5 anos onde descobrimos partindo do concreto o que seria planta baixa e mapa para depois construirmos o mapa do tesouro. foi mágico
RENATARENATA disse em 28/04/2015 09h42
Katia Elizabeth. Tudo bem? Bom saber suas impressões. Se por um acaso tiver mais depoimentos sobre o desenvolvimento da sequência, deixaria contribuição para outros professores. Isso é um convite a desenvolver e relatar.
KATIA ELIZABETHKATIA ELIZABETH disse em 26/04/2015 12h28
Muito bom e fácil de aplicar.
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS