Compartilhar Facebook   
Favoritar
ACERVOEXPERIMENTE — TRABALHAR COM A LINGUAGEM TEATRAL...

Trabalhar com a linguagem teatral

O amor é como a criança:
deseja tudo o que vê.

William Shakespeare


A arte transita por nosso corpo, atravessa o nosso olhar, nos oferece outras sensações, dialogando com o sujeito e o seu cotidiano. As diversas leituras de mundo por meio de diferentes linguagens – não somente a verbal – possibilitam conhecer, reconhecer, ressignificar e, sobretudo, impregnar de novos sentidos a vida em sociedade. Entre as muitas linguagens artísticas que proporcionam essa troca, está o teatro.


Como as demais linguagens artísticas, o teatro interfere na formulação de ideias e conceitos que influenciam a dinâmica da aprendizagem, bem como a aquisição do conhecimento. Podemos adquirir uma nova visão de mundo e repensar o existir e o próprio fazer no contexto em que estamos inseridos. Assim, a arte constitui uma sabedoria, uma ciência, que traz em si uma experiência estética. Quando as linguagens artísticas entram em cena, a pessoa, seja criança, adolescente, adulto ou idoso, consegue rever seus valores, criando uma nova perspectiva para a aquisição do saber. A arte promove a vivência do belo, do sensível, que possibilita uma nova percepção sobre si mesmo, sobre o outro e a realidade, assim como o contato mais ativo com a imaginação. Por isso, é importante estimular a arte e usar o potencial criativo por meio de jogos teatrais (dramáticos) que desenvolvem técnicas e habilidades já presentes no sujeito.


Neste Experimente de teatro, sugerimos como texto-base uma comédia escrita no final do século XVI pelo dramaturgo inglês William Shakespeare: Sonho de uma noite de verão. Essa peça, uma das mais divertidas da obra desse autor, foi originalmente escrita para ser apresentada em uma festa de casamento. O enredo se passa numa noite de verão, no bosque. Encontros e desencontros envolvem quatro jovens enamorados: Lisandro ama Hérmia que ama Lisandro e é amada por Demétrio, que é amado por Helena. Depois, Demétrio ama Helena, que ama Demétrio e é amada por Lisandro, que é amado por Hérmia.


O texto apresenta elementos da mitologia e referências à literatura greco-latina, como a história de Píramo e Tisbe, contada pelo poeta romano Ovídio na obra Metamorfoses. Alguns especialistas acreditam que Shakespeare escreveu Sonho de uma noite de verão na mesma época em que criou Romeu e Julieta, pois há vários pontos em comum entre essas peças, que tratam de conflitos amorosos, a primeira numa perspectiva cômica e a segunda, trágica.

1 2 3 4 
MAIS EXPERIMENTE
Despertar o espírito investigativo...
É muito comum, na escola, solicitarmos pesquisas a nossos alunos. Contudo, muitas...
Investigar as estratégias dos...
O anúncio publicitário é um gênero textual que tem por objetivo...
Organizar um baile de Carnaval
A origem do Carnaval remonta a celebrações pagãs...
Fazer canção com a turma
A canção, ou seja, a música com letra, é uma das maiores...
Ler infográficos na sala de aula
A leitura não é uma habilidade neutra e uniforme que, uma vez aprendida,...
VOLTAR
COMENTÁRIO(S)
Faça login para comentar neste artigo, clique aqui!
LICIA MARIALICIA MARIA disse em 03/07/2015 17h21
A arte das palavras junto com os movimentos corporais é o que Shakespeare torna encantador aos apreciadores da leitura, da literatura e seus afins.
LICIA MARIALICIA MARIA disse em 03/07/2015 17h14
As sugestões de atividades são bem criativas! Fazem com que o professor e o aluno tenham um novo olhar para os clássicos e também trabalhar poetizando sobre as produções das crianças.
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS