Compartilhar Facebook   
Favoritar
ACERVOEXPERIMENTE — LER E CONTAR CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS...

Ler e contar clássicos para crianças


Já faz tempo que os contos clássicos – também denominados “contos de fadas” ou “contos de encantamento” – vêm recuperando seu importante lugar na formação das crianças. Desde a Educação Infantil até a primeira etapa do Ensino Fundamental, as crianças ouvem essas ricas narrativas e se deliciam com suas imagens incríveis e suas personagens instigantes.


Em sua origem, esses contos, vindos da tradição oral, eram contados para adultos, com o objetivo de explicar fenômenos da natureza, a vida, advertir sobre perigos, ensinar bons hábitos e explicitar valores morais e éticos. Muitas pessoas se apropriaram dessas histórias, já que passavam de boca em boca e, com o tempo, alguns escritores, como o francês Charles Perrault e os alemães Jacob e Wilhelm Grimm, se dedicaram a registrá-las para que não se perdessem. No Brasil, destacam-se, entre os trabalhos de recolha de contos tradicionais, o do natalense Luís da Câmara Cascudo e o do sergipano Sílvio Romero. Atualmente, existem muitas versões escritas dos contos clássicos, conhecidos no mundo todo.


O alto nível de qualidade artística desses contos e sua força cultural se comprovam pela universalidade e permanência que conquistaram, atravessando fronteiras de tempo e espaço. Um dos exemplos mais conhecidos é, certamente, 'Cinderela', que tem as variadas versões em todo o mundo, desde o antigo Egito, a China, até o nordeste do Brasil.


Público-alvo: alunos da Educação Infantil e da primeira etapa do Ensino Fundamental


Objetivos:
• Ampliar o repertório de contos clássicos da tradição oral. 
• Ampliar o universo cultural e estimular a imaginação e a criatividade. 
• Acompanhar com atenção a leitura ou narração oral de um adulto. 
• Exercitar alguns comportamentos leitores, como comentar a história ouvida, opinar sobre ela e trocar interpretações com os colegas e professor.


Material: livros de contos clássicos do acervo do Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE) e do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). Veja anexo.


1 2 3 
MAIS EXPERIMENTE
Fazer passeios letrados com as...
Vivemos numa sociedade letrada, em que a escrita está por todos os lados: em...
Refrescar a cuca na Matemática
Início de conversaTrabalhar com jogos na sala de aula tem se revelado um importante...
Realizar uma oficina de navegação...
Início de conversa:Como faço para chegar a determinado lugar? Como saber em...
Fazer canção com a turma
A canção, ou seja, a música com letra, é uma das maiores...
Praticar cartografia fazendo uma...
Início da conversa A arte da cartografia está presente em nossa cultura...
VOLTAR
COMENTÁRIO(S)
Faça login para comentar neste artigo, clique aqui!
OLINDAOLINDA disse em 06/07/2015 08h24
Um conto da contadora Madalena Monteiro ,que simplicidade quanta competência esta contadora,no Conto de Orixá lindo adorei.
MARCO ANTONIOMARCO ANTONIO disse em 16/04/2014 22h34
O material é muito rico, pois remete a uma serie de atividades que podemos desenvolver em sala de aula. Estou gostando muito do projeto.
MARIA LUIZAMARIA LUIZA disse em 29/03/2014 10h42
quero muito participar dos cursos, aguardo retorno, nunca consigo fazer a inscrição, e sempre fico acessando. obrigada
ROBERTAROBERTA disse em 18/03/2014 07h44
Tenho uma bagagem desse mundo de contar histórias, conto histórias na sala de aula, nas comunidades que faço um trabalho voluntário, o ato de contar uma história nos requer uma maneira diferente de ver a vida é saber contar histórias, você precisa saber prender atenção das pessoas,dos alunos,e das crianças das comunidades. Arte de contar histórias e fazer o indivíduo entrar dentro das histórias transformando a história no momento único.
CRISTIANE NONATO DE SOUZACRISTIANE NONATO DE SOUZA disse em 25/11/2013 14h09
Esse material me ajudou muito para o planejamento e desenvolvimento das minhas roda de leitura, estou tendo dificuldade para realizá-las em meu trabalho, pois ainda não me sinto uma boa contadora de história, mas confesso que estou me esforçando e este material acrescentou bastante para a minha formação.
PLATAFORMAPLATAFORMA respondeu em 25/11/2013 18h32
Que bom, Cristiane! A Plataforma também oferece oficinas on-line totalmente gratuitas para formar mediadores de leitura. A partir de 2014 novas turmas serão abertas. Cadastre-se (http://www.plataformadole...o-cadastro.html) na Plataforma e receba nossa newsletter com as novidades. Abs!
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS