Compartilhar Facebook   
Favoritar
ACERVOEXPERIMENTE — TROCAR MENSAGENS ONTEM E HOJE...

Trocar mensagens ontem e hoje


Sugestão de encaminhamento  
Conversa inicial
Em uma roda de conversa, pergunte se os estudantes já escreveram ou receberam uma carta pessoal. Provavelmente, a maioria nunca trocou cartas. Para exemplificar, leia com a turma uma das cartas pessoais encontradas no acervo do Instituto Moreira Salles. Uma opção interessante é esta carta de Clarice Lispector, que simula um diálogo com um destinatário, o poeta e dramaturgo Lúcio Cardoso.

Leitura e análise dos textos
Na carta acima, é possível explorar, entre outros elementos:
• características da estrutura composicional − local e data no início, com saudação ao destinatário e assinatura ao final;
• estilo − escolhas linguísticas que marcam a relação pessoal informal entre os interlocutores e a comunicação direta entre eles;
• conteúdo temático − bastante original no caso dessa carta, que pode ser comparada com as trocas de mensagens instantâneas de hoje: Clarice reclama da demora do amigo em lhe enviar cartas e simula um diálogo face a face ou instantâneo (semelhante aos de hoje nas redes sociais), ironizando a falta de respostas do amigo.


Com base na carta de Clarice Lispector, discuta com os estudantes as facilidades da comunicação instantânea pela internet e também seus possíveis problemas. Questione o que, na visão deles, pode ser interessante na troca de cartas pessoais pelo correio. Para ampliar a discussão, sugerimos que assista com a turma a cena inicial de Central do Brasil.


1 2 3 4 
MAIS EXPERIMENTE
Mergulhar no universo dos...
Os quadrinhos destinados ao público infantojuvenil podem proporcionar não...
Produzir narrativas sobre versões...
Nesta proposta a ideia é que os alunos leiam e comparem duas histórias sobre...
Praticar cartografia fazendo uma...
Início da conversa A arte da cartografia está presente em nossa cultura...
Investigar as estratégias dos...
O anúncio publicitário é um gênero textual que tem por objetivo...
Criar fanzines e compartilhar...
Início de conversa: “Faça você mesmo, faça para entender,...
VOLTAR
COMENTÁRIO(S)
Faça login para comentar neste artigo, clique aqui!
MARCIA MARQUESMARCIA MARQUES disse em 28/08/2017 12h26
Que maravilha! Amei!!
ROZANAROZANA disse em 15/12/2016 15h27
Boa tarde! Trabalhar com este gênero é maravilhoso. Tivemos uma belíssima experiência no Fundamental I, com as turmas de 5º ano. Este projeto possibilitou aos alunos escreveram cartas para alunos e professores de outras escolas. Conheceram o gênero, sua função social, adquiriram comportamentos leitores, refletiram sobre a escrita através da análise linguística, além de terem a oportunidade de conhecer melhor uns aos outros, bem como trocar experiências sobre a literatura brasileira por meio das indicações literárias. Dentre outros projetos, este foi apresentado no seminário como uma das experiências exitosas no ano de 2016. Foi realmente muito gratificante e vale à pena todo esforço e dedicação.
MARCOSMARCOS disse em 09/12/2016 14h10
Excelente sugestão, essa de criar perfis nas redes sociais parodiando os escritores. Adorei!
MARIA DO CARMOMARIA DO CARMO disse em 27/10/2016 16h21
Querida Plataforma, Excelente sequência didática! Grata, Maria.
SORAIA CRISTINASORAIA CRISTINA disse em 21/10/2016 22h42
Excelente. Completo e dinâmico.
Licença Creative CommonsEste trabalho foi licenciado com
uma Licença Creative Commons
PARCERIAS